quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Aos inimigos, a lei

Dado Dolabella, que foi condenado a dois anos e nove meses de prisão em regime aberto por ter agredido a atriz Luana Piovani, fez um desabafo: "Hoje tenho uma família que depende de mim. A situação é de medo. É assustador", declarou Dado sobre sua sentença.

Dias antes, Luana fez a seguinte declaração: "Aos inimigos, a lei".
RELEMBRE O CASO

Dado e Luana tiveram uma briga durante uma festa que aconteceu após a estreia da atriz no monólogo "Pássaro da Noite", na boate 00, na Gávea, Zona Sul do Rio. Enquanto os dois discutiam, a camareira da atriz, Esmeralda de Souza, conhecida como dona Esmê, tentou defender Luana e foi empurrada por Dado. Após a acusação, Dado foi condenado pela lei Maria da Penha. No entanto, em 2009, durante o carnaval, não respeitou a ordem de ficar a 250 metros de distância de atriz, e ficou preso por um dia.

Fonte: Yahoo, com edição do Blog

Um comentário:

Nanda_di_bel disse...

O caso, ou melhor, a fala do acusado, me faz lembrar um ditado popular que diz...cabeça não pensa, corpo padece! Justiça? É o suficiente. Não à qualquer modalidade de violência, principalmente, contra às mulheres.