quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Amazônia Jornal divulga nossas ações

Vítima de PM terá ajuda do governo

Amazônia Jornal, Edição de 28/01/2010

Depois do caso da jovem Renata Modesto Ferreira, 23, espancada e baleada por um cabo da cavalaria da PM e que continua internada - paraplégica - no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), o movimento Marcha Mundial das Mulheres - Comitê Pará vai prestar assistência material e jurídica à vítima.

Ontem, integrantes do movimento visitaram a jovem no Hospital Metropolitano. Ainda na tarde de ontem, o grupo foi até a Defensoria Pública do Estado. O objetivo da visita foi acompanhar o processo jurídico e a nomeação do defensor público que atuará no caso de Renata.

A titular da Sedes, Eutália Barbosa Rodrigues, em reunião realizada com integrantes da Marcha das Mulheres, garantiu que a secretaria vai oferecer assistência a Renata Modesto assim que ela receber alta, informa Tatiana Oliveira, integrante do movimento.

A secretária também se comprometeu a oficiar à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) um pedido de proteção à moça. 'Ela se sente ameaçada, porque o PM rondava o Hospital Metropolitano', justifica Tatiana.

4 comentários:

direitosparatodos disse...

parabéns, MMM-PA, pela iniciativa e solidariedade; é de ações como esta que a sociedade precisa para termos os direitos humanos efetivados.
ah, tem algo relacionado no site do governo tb.

abs
Ricardo Melo

. disse...

kkkk
tati tah ficando famosa!!!
^^
e a marcha mundial das mulheres só cresce nessa universidade (by rafa)!!! e no mundo vamos bombar na ação de 2010

Tatiana Oliveira disse...

É isso, gente. Não podemos ver a violência passar impune.

Ester Corrêa disse...

Parabens meninas!
Lutendo ateh q todas sejam livres!