quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Novidades contra a violência

Como falamos no post anterior, tivemos uma audiência dia 27/01, com a Secretária de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social, Eutália Barbosa Rodrigues, sobre o Caso Renata. Na oportunidade, a Marcha Mundial das Mulheres -Pará foi representada pela jovem Carol Bernardo.

A intenção desta agenda era garantir que Renata tivesse toda a assistência médica e psicológica necessária, solicitar a inclusão de Renata em algum programa de proteção à vitima/testemunha, além de saber que órgão do Governo faria o monitoramento da questão. As respostas foram as seguintes:

- A própria Governadora havia telefonado à Secretária pedindo que acompanhasse o caso de perto, envolvendo as secretarias e órgãos governamentais necessários;
- A partir disso, a SEDES foi ao Hospital Metropolitano para acompanhar o caso e observou que os cuidados devidos estavam sendo oferecidos;
- Caberá a SEDES oferecer retaguarda assistencial após a saída de Renata do Hospital, sobretudo considerando o quadro de suas capacidades de locomoção;
- A Secretária, durante a audiência, entrou em contato telefônico com o Sr. Fábio de Melo Figueiras, Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos - SEJUDH, que se comprometeu um grupo para acompanhar o Caso.

Defensoria - no mesmo dia, entramos em contato com a Defensoria Pública para saber se algum defensor iria acompanhar o caso. A informação que tivemos é de que a Defensoria só intervirá na questão caso o Ministério Público Estadual se omita, pois a titularidade da Ação seria do MPE.

Novos passos - por limitações nas visitas hospitalares à Renata, estamos tendo dificuldade em entrar em contato com a mesma. Mas vamos conseguir e reapassar novas informações pelo Blog. Vamos tentar uma audiência com a SEJUDH também.

Um comentário:

. disse...

Bom gostaria de agradecer a secretária por sermos tão bem atendidas, a MMM, e agradecer ao governo como um todo por ter demostrado neste caso total sensibilidade e comprometimento,

Caroline Bernardo,
seguiremos em marcha até que todas sejamos livres (ação de 2010)
http://carolinebernardo.blogspot.com/